MENU
Oculus-Rift-2

Pré-venda do Oculus Rift começa no dia 6 de...

ufc-2-box_pts7

A data de lançamento de EA Sports UFC 2...

05/01/2016 Views: 766 Computadores, Consoles, Notícias, PC, Plataformas, Playstation, Trailers, Xbox

Os jogos mais aguardados de 2016.

2015 chegou ao fim e 2016 promete muitas novidades para os amantes de videogames. Sendo assim, resolvemos elaborar uma lista com os jogos mais aguardados para este ano, segundo a nossa opinião. Vale lembrar que a ordem dos jogos não classifica os mesmos como sendo o mais aguardado ou menos aguardado.Não deixe de dar a sua opinião sobre esses jogos. Fique a vontade para citar algum jogo que não está presente na lista e que você está ansioso para jogar. Alguns jogos estavam previstos para 2015, mas foram adiados e chegam agora em 2016.Confira logo abaixo os jogos que esperamos ansiosamente para este ano:

Uncharted 4: A Thief’s End

Uncharted 4 acontece 3 anos após os acontecimentos de Uncharted 3, com Nathan Drake tendo uma mudança drástica na sua vida, onde acaba indo parar em Madagascar em busca de uma colônia fundada por piratas na companhia do seu irmão mais velho Sam.

Sam Drake, irmão do personagem principal, Nathan, faz sua estreia na série e terá um papel fundamental na nova aventura desenvolvida pela Naughty Dog. Nolan North (Nathan Drake) e Troy Baker (Sam Drake) foram recentemente entrevistados pela Game Informer, e falaram sobre seus papéis e como será estabelecida a relação entre os dois irmãos.

Segundo a Naughty Dog, The Last of Us para PlayStation 4 foi fundamental e ajudou muito a empresa a desenvolver Uncharted 4 para o novo console, e desde que o desenvolvimento de Uncharted 3 terminou uma pequena equipe começou a trabalhar no quarto jogo da série, enquanto que outra parte da equipe ajudou no desenvolvimento do jogo após The Last of Us.

Gears of War 4

Um novo Gears of War foi oficialmente confirmado e demonstrado na E3 2015 para o Xbox One. Gears 4 é o nome oficial do novo capítulo, que será lançado exclusivamente para o console da Microsoft no Natal de 2016.

Rod Fergusson, do estúdio The Coalition, falou sobre a apresentação de Gears of War 4 e as características do título em uma entrevista ao site IGN.

“Nós sempre pensamos na apresentação como uma maneira de aguçar os fãs. As pessoas estavam esperando um logotipo e um monólogo de Marcus, mas queríamos ir além disso. Por que não criar uma apresentação que explica o tom do jogo? Com Gears of War 4 decidimos voltar a criar algo pessoal, íntimo, escuro e misterioso.

“Gears of War foi uma amostra disso. Nós queremos trazer de volta aquela sensação de mistério, aquela sensação de que algo terrível está acontecendo em torno de você em ambientes escuros.”

The Division

A cargo da Ubisoft, The Division é mais um título promissor que também foi adiado para 2015 e trata-se de um jogo que causou um impacto muito positivo entre todos que presenciaram sua apresentação na E3 2013. O jogo basicamente é focado no universo online e o trabalho cooperado sem dúvida será fundamental para o sucesso do grupo, que além de um arsenal pesado, poderá contar também com a ajuda externa de outros equipamentos como tablets e telefones. Tudo isso envolvido em um enredo baseado em uma sociedade pessimista a beira do caos.

The Division se passa em Nova Iorque três semanas após um vírus letal, espalhado durante a Black Friday, ter varrido a cidade. Um a um, serviços básicos se extinguiram. A sociedade entrou em colapso e o cenário era caótico. O presidente invocou a Diretiva Presidencial 51, e a The Division, uma unidade ultrassecreta de agentes táticos, foi acionada. Levando uma vida aparentemente normal, os agentes da The Division são treinados para operar independentemente de comando em emergências desse tipo. Quando as luzes se apagam, sua missão começa.

No universo realista de Tom Clancy, os jogadores poderão explorar as ruas e cenários de Nova Iorque, agora destruídos por saqueadores e invadidos por clãs que farão qualquer coisa para sobreviver. Do Central Park para o metrô que vai à Estátua da Liberdade, nenhum lugar está seguro. Online e em mundo aberto, os jogadores serão convidados a conhecerem uma persistente cidade de Nova Iorque onde a exploração, combate e progressão em estilo RPG são essenciais.

Tom Clancy’s The Division – Trailer da E3 2014

Street Fighter V

Street Fighter V é um jogo exclusivo para o PlayStation 4 e para PC. Por meio de uma parceria estratégica entre a Sony Computer Entertainment Inc. e a Capcom, o próximo jogo da lendária série vai oferecer partidas interplataformas, unindo os fãs de Street Fighter numa base centralizada de jogadores pela primeira vez. Mais detalhes sobre Street Fighter V, incluindo o período de lançamento, serão revelados em breve.

“Em todas as nossas conversas com a Sony Computer Entertainment, ficou muito claro que compartilhamos a mesma visão de que os jogos de luta têm uma oportunidade incrível de crescimento”, afirmou Matt Dahlgren, Diretor Associado de Marketing de Marca e eSports da Capcom. “O anúncio é somente o primeiro passo de muitos para criarmos a próxima geração de Street Fighter que os nossos fãs têm pedido.”

“A parceria com a Capcom para trazer uma das franquias de videogame mais populares de todos os tempos com exclusividade para a família PlayStation nos consoles é uma realização gigantesca, e também uma grande honra para nós”, disse Adam Boyes, VP de Relações com Produtoras e Desenvolvedores da Sony Computer Entertainment America. “Mal podemos esperar para mostrar aos fãs de Street Fighter e do PlayStation o que estamos preparando para eles.”

Dark Souls 3

O diretor de Dark Souls 3, Hidetaka Miyazaki, revelou que o título não será o último capítulo da série, mas ainda representa um ponto de transição, o início de uma nova era para Souls e para o estúdio.

“Primeiro, este não será o produto final da série Dark Souls”, disse Miyazaki. “No entanto, eu acho que seria um ponto de transição para a série Dark Souls. A série tem uma vista única do mundo. Não é uma boa ideia publicar títulos continuamente para esta série por causa deste fator e este será provavelmente o ponto de transição que estamos buscando.”

“Basicamente, o pessoal da From Software começou a trabalhar neste projeto, quando ainda estávamos na antiga geração. Portanto, é um ponto de transição. Precisa ocorrer essa transição, mas não será o capítulo final.”

Quantum Break

O novo IP da Remedy Entertainment (Max Payne, Alan Wake) será lançado esse ano, uma decisão que de acordo com as declarações dos líderes da Microsoft ocorreu para não publicar muitos títulos exclusivos no mesmo intervalo de tempo. A decisão certamente aceitável, mas as coisas são realmente assim?

Relatos do Paradiger revelam dois tweets do diretor criativo da Remedy, Sam Lake, que sugere que, de fato, Quantum Break não estava pronto para ser lançado até o final de 2015.

Lake, respondeu a um fã dizendo que está particularmente envolvido no desenvolvimento do jogo e precisa de tempo para concluir o título. O diretor criativo continua afirmando que durante o desenvolvimento surgem várias ideias, mas o estúdio tem pouco tempo para implementá-las

Quantum Break – Demo gameplay prolongado

Horizon: Zero Dawn

Horizon Zero Dawn é um jogo exclusivo para o PS4 previsto para este ano.

Como afirmou um porta-voz da equipe de desenvolvimento, será um RPG de mundo aberto, sem interrupções e sem tela de carregamento, onde o jogador poderá explorar cada montanha, rio ou vale.

A personagem principal será Aloy e seu sistema de combate será muito tático, onde será sempre necessário planejar os ataques, observar e estudar os movimentos do inimigo.

Será permitido, no entanto, três abordagens e estilos de combate diferentes: você pode escolher ser furtivo, astuto, criando algumas armadilhas ou impetuoso, graças às diversificadas armas disponíveis.

Finalmente, o jogo vai apresentar o método clássico de progressão da história e da personagem, com base em várias árvores de habilidades e níveis.

Crackdown 3

O impressionante nível de destruição visto em Crackdown 3 estará disponível apenas no multiplayer, conforme o diretor do jogo, Dave Jones, confirmou em uma entrevista.

O jogo vai usar o poder da nuvem para fazer os cálculos relativos ao sistema de destruição. “Você vai ter que estar online, e nesse ponto será possível se conectar com a nuvem e expandir a experiência”, disse Dave Jones.

O modo single-player terá uma versão menor de destruição, tanto por razões de poder do hardware, quanto a natureza da jogabilidade de Crackdown, onde você precisa escalar edifícios e explorar o jogo à procura de colecionáveis.

Um trailer dedicado ao gameplay de Crackdown 3

Mirror’s Edge Catalyst

Durante uma recente entrevista para o PlayStation Access, a produtora sênior de Mirror’s Edge Catalyst, Sarah Jansson, falou sobre alguns aspectos do jogo.

No vídeo, que você pode ver abaixo, Sarah traz algumas características sobre a jogabilidade, e como a batalha flui sem problemas com os movimentos frenéticos da protagonista Faith.

“Faith vai lutar, mas não vai matar. Agora a batalha é mais uma extensão do movimento. Será baseada no fluxo. Quando o fluxo de Faith, cria um movimento continuo sem falhas, isso permite naquele momento que ela seja invulnerável às balas. Isso permite que ela possa encontrar uma saída. Se ela realmente parar ela poderá ser ferida.”

Sarah também falou sobre a presença de colecionáveis ​​dentro do mundo do jogo, alguns dos quais revelam detalhes sobre o enredo e a história da cidade.

Dishonored 2

A apresentação da E3 de Dishonored 2 não revelou muitos detalhes sobre o enredo e a jogabilidade do título, mas o pessoal da Arkane Studios adiantou que vai ser possível usar dois personagens.

Além de Corvo, o protagonista do primeiro Dishonored, também poderemos assumir o papel de Emily Kaldwin. Esses dois personagens vão naturalmente ser caracterizados por habilidades únicas. O co-diretor, Harvey Smith, falou sobre as diferenças entre o Corvo e Emily em uma entrevista recente ao Mashable.

“Emily vai combater com mais sutileza do que Corvo e se baseia em diferentes habilidades. As diferenças entre Emily e Corvo são bastante acentuadas também em termos de narrativa, “Corvo é uma pessoa mais velha, enquanto Emily é mais jovem e ágil no auge de seus 25 anos de idade. Teremos também diferentes temas do ponto de vista narrativo”. Cada personagem contará também com poderes distintos.

Dishonored 2 vai chegar ao PC, PS4 e Xbox One.

Mafia III

O CEO da Take-Two, Strauss Zelnick, recentemente falou da relação da empresa com a Rockstar e possíveis semelhanças entre GTA V e Mafia III. Durante uma reunião com investidores foi perguntado para Zelnick se Mafia III pode ser considerado um título de mundo aberto, algo semelhante a GTA. Ele disse o seguinte:

“Mafia III é uma experiência completamente diferente, eu não posso comparar com outros jogos. O anúncio da Gamescom na semana passada foi fantástico. Nós não podemos fazer nenhuma comparação com GTA. Ele é um dos pontos mais altos da indústria. Não podemos fazer comparações.”

Zelnick também falou sobre a relação especial com a Rockstar e a 2K sublinhando que não compartilham a mesma tecnologia.

“Temos a sorte de ter dois rótulos nesta empresa. Nós temos um ambiente no qual não compartilhamos tecnologia. Nós achamos que não seria a melhor coisa para os desenvolvedores. Não é a nossa forma de trabalhar.

Final Fantasy XV

A versão demo lançada recentemente nos levou a região de Duscae, que será caracterizada por planícies, florestas e montanhas ricas em cavernas. Aqui você pode enfrentar o enorme chefe Behemoth visto no trailer. Aqui os personagens podem subir de nível apenas depois de descansar nos campos, onde também é possível alterar o equipamento, recuperar e se alimentar.

Os ingredientes podem ser comprados em lojas, ou obtidos após derrotar os vários tipos de monstros no jogo. Final Fantasy XV está atualmente em desenvolvimento para Xbox One e PlayStation 4.

Final Fantasy XV – Trailer da Gamescom

Deus Ex: Mankind Divided

Deux Ex: Mankind Divided será o novo jogo da franquia que está a cargo da Square Enix, conforme foi revelado pela revista Game Informer. O jogo será o grande protagonista do próximo número da revista que chega em maio.

Entre os detalhes, a revista relata que o jogo vai manter a liberdade de ação para o jogador, podendo enfrentar situações furtivas ou algo com mais ação. A Eidos Montreal, produtora do jogo, destacou que neste caso vamos estar perante um desafio superior ao visto em Human Revolution, graças ao trabalho feito na inteligência artificial dos inimigos.

Deus Ex: Mankind Divided acontece no ano de 2029, cerca de dois anos após os acontecimentos de Human Revolution. Adam Jensen retorna para se juntar às forças especiais da Interpol com quem trabalhará para capturar todo o tipo de terrorista.

Deus Ex: Mankind Divided

Fonte: Brasil Gamer

Tags: , , , , , ,