MENU
Forza-Futured

Lançado novo pack de carros de Forza Horizon 2...

20150107_jogosPCfree_cover

Site oferece 2.400 jogos antigos de PC e FREE!!!

06/01/2015 Views: 1274 Consoles, Dicas e Tutoriais, On-line, Plataformas, Playstation

The Crew Review: MMORPG de carros!

20150206_the-crew_1

A música que tomou conta dos corações de nossos pais pode servir como analogia neste momento em que comemoramos a chegada de um novo MMORPG. Mais um MMORPG de corrida, com todos os elementos que caracterizaram um game no estilo Massive Multiplayer Online no mercado. Muitos ficaram com um pé atrás da Ubisoft, por ser a primeira tentativa da empresa em desenvolver um jogo no segmento de carros, mas se levarmos em consideração seus ideais, principalmente, o fator dele possuir uma jogabilidade casual ao extremo, podemos dizer que o que temos em mãos é um projeto ambicioso.

Quem gosta ou é amante de jogos de corrida, provavelmente já deu uma jogadinha ou conhece títulos como Test Drive Unlimited ou Forza Horizon, não é mesmo? Particularmente, joguei os dois, em especial o Test Drive Unlimited. Para quem gosta da ideologia, unir carros e um mundo aberto normalmente resulta em algo extremamente divertido e relaxante – e isto não foi diferente em The Crew.

Porém, volto a destacar algo escrito no primeiro parágrafo deste texto. O projeto construído pela Ubisoft é ambicioso porque não se trata apenas de um jogo de carro em um mundo aberto, mas de um MMORPG de carros. Quem já colocou as mãos em World of WarcraftLineage e companhia, identificará facilmente vários elementos destas franquias em The Crew (A tripulação). Sabe quando em um MMORPG você pega um espada nova ou sobe seu char de nível? Então, acontece exatamente isto no título.

Tanto você como seus personagens (os carros) sobem de nível. E quando isso acontece suas stats sobem também. Mas aqui as stats são aceleração, velocidade máxima, aderência, freios, entre outros.

E esse é um detalhe muito interessante no The Crew. No Test Drive Unlimited, por exemplo, o progresso é muito focado em acumular carros e casas. Aqui, por ser um MMO, quando se pega um carro novo, ele é um novo personagem no nível zero, e você vai melhorando quanto mais o utiliza. Modifica sua base de stats até que ele se transforme em um super carro, com basicamente uma usina nuclear debaixo do motor.

Sabe quando você faz uma quest em um MMO e ganha um machado com mais dois de força? Em The Crew isso acontece. Basta completar quests e ganhar, por exemplo, uma modificação de freio com bônus em outras stats. E quanto melhor se sai nas missões, mais recebe-se itens e com mais bônus nas stats.

20150206_the-crew_2

O CENÁRIO

The Crew acontece no mapa dos Estados Unidos. É simplesmente surreal o tamanho do mapa. Um verdadeiro emaranhado de ruas, estradas e cidades, onde existe total liberdade de ir para qualquer lugar e fazer missões, solo ou em co-op online. Para termos uma noção da grandiosidade do mapa, você consegue ir de um extremo ao outro em 40 minutos.

No mapa, existem ciclos de dia e noite e vários tipos de pistas. Asfalto, terra, entre outros. Pra você poder correr nessas variações, é necessário ter mais carros e ir evoluindo já pensando no que ele será no futuro. Vários aspectos de RPG nisso também. Muito interessante!

A história é um clichê. Seu nome é Alex, um corredor talentoso que vê seu irmão ser assassinado a sangue frio pelas costas. Desesperado, com seu parente nos braços, a polícia chega e, junto com ela, o agente especial Coburn. Um policial sujo e corrupto que incrimina Alex por ter matado a vítima. Alex fica preso durante cinco anos, quando recebe a visita de Zoe, outra agente, que descobre tudo. que aconteceu e tem como objetivo pegar Coburn (e como plus pegar também o assassino do irmão de Alex, Dayton). Zoe pede a ajuda de Alex que prontamente aceita. É a hora da vingança!

GRÁFICOS

The Crew, no PC, é um jogo bonito (não muito bonito para os padrões PC), mas surpreendentemente leve e bem otimizado. Com uma GTX 760 você consegue jogá-lo com praticamente tudo no máximo, com exceção de filtros a 60 FPS e com 1080p de resolução.

Aliás, o game tem o fps travado a 30 ou 60 a sua escolha. O que não incomoda, porque quem tem hardware pra rodar a 60 já consegue alcançar uma experiência plena com muita suavidade e beleza.

20150206_the-crew_4

JOGABILIDADE

Dependendo do seu pensamento, aqui começa a polêmica. Eu sempre prefiro um jogo mais voltado para a simulação, do que para o lado arcade. Pode ter gente que prefira o oposto, mas aqui fica minha opinião.

The Crew é um título arcade. Arcade mesmo! Tão arcade como o Test Drive Unlimited. Ele não segue a linha do Horizon, que não chega a ser um simulador real, mas possui física e controles bem mais reais e fiéis. O game, mesmo no modo hardcore é muito arcade. Você não precisa ter medo de frear dentro da curva ou sair metendo o pé na saída dela, que o carro é totalmente fácil de ser controlado. Então não comece a jogar The Crew pensando em simulação, porque se isso acontecer, a decepção está garantida e a revolta será grande. O balanço e o comportamento geral do carro me lembra muito o encontrado na franquia Need for Speed.

Agora, chegou a vez de tomar cuidado com o que eu vou dizer. Não existe a possibilidade de se jogar o The Crew offline. É um MMO! Assim que liga-lo, já se depara com outros jogadores no mapa. Inclusive, fique atento, pois seu savegame fica na nuvem. A única desvantagem nesse aspecto é que é impossível recomeçar o jogo do zero. O que é possível é refazer as missões. Mas recomeçar não, pelo fato de tudo ser armazenado pelo servidor.

O online dele começou surpreendentemente bem para o desafio que a produtora tinha pela frente. Os betas serviram perfeitamente para deixar tudo bem testado e com qualidade no lançamento. Não enfrentei nenhum tipo de problema. Desde o começo, tudo esteve muito suave e funcionando bem, sem delay ou lags. Com outros players, podemos correr juntos, fazer missões e explorar com total liberdade a imensidão do mapa, o que sempre é muito relaxante e divertido. Ah, e vale lembrar de algo importante: você pode criar uma crew e disputar a supremacia contra outras crews da região.

20150206_the-crew_5

Ubisoft arriscou e deu certo, porque a empresa teve êxito em oferecer o que queria, ou seja, um MMO de corrida.

Fazer um MMO de carros por si só é inovador. Nunca foi tão interessante e motivador jogar com o mesmo carro, explorar e fazer missões, como acontece em um RPG. É louvável também algo tão ambicioso ter começado tão bem. Pelo menos, até o fechamento deste texto, não encontrei bugs ou erro no save.

Vale salientar que o jogo também é todo legendado em PT-BR, prática comum da Ubisoft, esse respeito em relação ao mercado e aos jogadores brasileiros. Como falei anteriormente, o ponto negativo não é realmente um ponto negativo, porque isso é questão de preferência pessoal, e seria o fato do The Crew seguir um modelo arcade, ao invés de simulação.

 

fonte: Kotaku

Tags: , , , ,