MENU

Detalhes do suposto “Xbox Surface” vazam na Web

Microsoft anuncia tablet próprio com Windows 8 para concorrer...

19/06/2012 Views: 872 Notícias

Konami faz auto-crítica mas diz que EA plagiou PES com FIFA

O chefe da equipe europeia da série Pro Evolution Soccer (PES), Jon Murphy, mostrou que não tem papas na língua ao falar da decadência do jogo de futebol nesta geração e da competição com o FIFA da EA. Em entrevista ao site Eurogamer, Murphy esclareceu que o criador e produtor da série, Shingo “Seabass” Tatsuka, saiu da equipe este ano por conta da frustração acumulada pela fraca recepção dos últimos jogos, e não foi político quando perguntado sobre o rival da EA, acusando FIFA de plagiar PES.

Para Murphy, PES ficou estigmatizado como um jogo inferior a FIFA nesta geração, e esta noção faz com que as pessoas não consigam enxergar mais as melhorias do jogo. O mesmo, segundo ele, acontecia quando PES reinava e as pessoas não viam nada de positivo em FIFA. Porém, para ele, a ascensão da série FIFA nesta geração começou com a cópia de PES. “Eu também acho que nós não temos reconhecimento suficiente para a forma como ainda tendemos a inovar e eles ainda tendem a seguir um monte do que fazemos”, desabafou o chefe do PES na Europa.

“Se você olhar para o passado de PES você pode ver que eles, obviamente, passaram de um jogo que era totalmente diferente do PES para um que começou a copiar PES, para um que foi para áreas onde PES ia bem até ter o produto que eles têm hoje”. Perguntado pelo site se ele estava acusando a EA de copiar PES, Murphy foi categórico: “Sim”.

Sobre o afastamento de Seabass, o criador da série, Murphy contou que o produtor japonês saiu por conta da necessidade de dar uma agitada na equipe e tentar coisas novas. Seabass teria ficado frustrado no cargo de produtor de PES, mas decidiu continuar na Konami desenvolvendo projetos relacionados a futebol, mas não necessariamente dentro da franquia PES/Winning Eleven.

“Seabass chegou a um ponto onde ele foi, talvez, ficando um pouco frustrado em relação a onde ele iria levar a franquia. Ele estava lá no início do desenvolvimento de PES. Ele foi o criador do PES, por assim dizer. Sua visão de jogos de futebol não tinha desenvolvido tão rapidamente quanto as máquinas que podem rodar jogos de futebol. Ele tinha uma visão mais tradicional de videogames, em vez de uma visão moderna dos games, que tem a ver com o ‘sandboxing’ (liberdade) dos jogos e as recompensas que podem ser oferecidas por isso”, explicou Murphy. “Há muitas razões para ele se afastar. Ele não está deixando o cargo na equipe. No dia a dia ele ainda está envolvido em tudo o que estão fazendo por lá. Ele está dentro da equipe de produção para todos os itens relacionados com o PES. Ele ainda está no mesmo escritório. Ele ainda senta ao lado das mesmas pessoas. Ele ainda está andando e dando opiniões. Não é que tenham chutado ele para fora da Konami. Ele foi movido para o que poderia potencialmente se transformar em ideias muito interessantes sobre para onde levar o futebol”, completou.

O novo Pro Evolution Soccer 2013 sai no final do ano, em data ainda indefinida. Será mais uma oportunidade para a Konami tentar convencer seus antigos fãs das qualidades da série.

Fonte: http://outerspace.terra.com.br/

Tags: , , , , ,