MENU

Ministro volta a falar em incentivo à produção de...

E3 2011: Terceira Guerra Mundial é cenário de “Call...

10/06/2011 Views: 701 Notícias

Novas franquias baseadas nos clássicos empolgam a E3

O mundo gamer é composto basicamente de novidades, o que é lançado hoje, provavelmente dentro de muito pouco tempo é ultrapassado ou revigorado com uma nova tecnologia.

A E3, além de uma feira, é a busca constante por derrubar barreiras, e onde as empresas de eletrônicos estabelecem limites. Mesmo assim, ainda há espaço para os clássicos. Basta olhar nos corredores, e perceber a grande quantidade de gente ao redor de estandes em que se estão sendo jogados Street Fighter, Sonic, Need for Speed, Mario, entre outros games que motivaram gerações a comprar consoles e cartuchos em todo o mundo. É grande o numero de pais e filhos sorrindo ao ver novas versões desses jogos.

Street Fighter x Tekken é um bom exemplo disso. Com previsão de lançamento para este verão americano(inverno no Brasil), o game tem levado filas constantes aos estandes da Capcom, tudo para que os visitantes possam reviver as lutas dos guerreiros.

Uma das figuras mais carimbadas dos games, Sonic está de volta. Completando em 2011 duas décadas do lançamento original, o porco espinho azul está voltando com Sonic Generations, onde deverá existir uma integração entre a versão clássica do personagem e a versão moderna. O game estará disponível para Xbox 360, PS3, PC e Nintendo 3DS.

Outro clássico que está de volta com toda força é Mario Bros. Na badalada conferência da Nintendo, em que foi apresentado o novíssimo console Wii U, Mario foi presença constante, ganhando novas versões como Mario Kart e Super Mario, em versão 3D. Luigi’s Mansion 2 é outra aposta da Nintendo do universo Mario Brothers.

Jogos menos antigos, mas que já são considerados clássicos também estão com novas versões para chegar ao mercado. Tomb Raider foi super aplaudido na conferência da Microsoft, mostrando uma Lara Croft mais nova e inexperiente em aventuras ainda mais emocionantes, isso sem falar em Halo 4, que chega as lojas em novembro, dez anos depois da primeira edição, prometendo ser sucesso garantido.

Enfim, a E3 2011 comprova que de nada vale projetar o futuro sem dar valor ao que já aconteceu de melhor no passado dos games.

Fonte: http://games.terra.com.br/