MENU

Compatibilidade de Bulldozer mediante atualização de Bios

Nvidia lança driver 270.61 WHQL

19/04/2011 Views: 853 PC

Produtor executivo da DICE fala sobre Battlefield 3 do PC

Patrick Bach, produtor executivo da DICE falou abertamente sobre o que acha dos consoles, dos gamers de PC e sobre o “desprezo” dos PCs nos ultimos anos, acompanhe os trechos:

Patrick Bach, da DICE (desenvolvedores da série Battlefield) certamente conhece o caminho para o coração de um gamer de PC pois ele disse que, pela primeira vez, a versão para PC de um jogo não será uma porcaria (fala de Battlefield 3), mas será a gloriosa plataforma principal.

Em uma “entrevista” com a nVidia, Bach é perguntado – sem qualquer interesse pessoal em tudo o que lhe é proposto, é claro – pelo fabricante da placas gráficas se jogos de consoles estão sendo portados para o PC. E ele responde claramente.

“Sim, absolutamente”, diz ele. “Esse é o maior problema que temos hoje. A maioria dos jogos são, na verdade basedos na idéia central de que os consoles são o seu foco, a plataforma superior ou algo assim. Eu não sei por quê. Isso era verdade há 5 anos atrás, mas o mundo mudou. ”

“Os PCs são muito mais poderosos do que os consoles de hoje e na verdade existem quase zero jogos pra eles que realmente usam os benefícios deste poder. Assim, o nosso alvo, para o que queremos atingir estamos usando a plataforma mais poderosa para tentar provar o que vemos dos jogos no futuro ao invés de utilizar o “meio” mais complicado, ou seja, ao invés de desenvolvê-lo para os consoles e, em seguida, converter e adicionar texturas de maior resolução e anti-aliasing para a versão PC. ”

“Estamos fazendo o inverso, nós começamos com a mais alta tecnologia de ponta que nós podemos e em seguida vamos porta-la para os consoles.”

Isso vai soar um pouco arrogante para os proprietários do console, mas, desta vez eles devem se sentar, e se acostumar. Os donos de PC foram ficando de lado a anos, quando se trata de lançamentos dos principais jogos, seja ele pobre de opções de personalização, falta de DLCs, datas de lançamento atrasadas ou até sem datas de lançamento. E tudo isso em uma máquina que pode executar, geralmente, jogos bem além de um PS3 ou 360.

“É bom ver o sapato no outro pé, as vezes”, ou seja, as coisas estão mudando gradativamente.

Texto traduzido para PT-BR por lord_eternity
por lord_eternity, fonte: Store/Steampowered