MENU

Garoto cego joga videogame apenas por meio dos efeitos...

É um pecado chamar essas ilustrações de ‘fan art’

25/02/2011 Views: 797 Curiosidades

Estudo intensivo diz: Pessoas não se tornam insensíveis por jogar jogos violentos

Estudo intensivo diz: “Pessoas não se tornam insensíveis por jogar jogos violentos”
A Pesquisadora Holly Bowen e a Professora Julia Spaniol da Universidade Ryerson em Toronto no Canadá publicaram recentemente o seguinte estudo:

“Pessoas não se tornam insensíveis por jogar jogos violentos”

É isso mesmo!

Holly Bowen, que possui doutorado em psicologia e a co-autora e professora de psicologia Julia Spaniol focaram o estudo nos resultados à longo prazo com a participação de cerca de 122 pessoas, ambos alunos da Universidade Ryerson.

MÉTODO UTILIZADO:

Foram separados dois grupos, o primeiro com 45 pessoas que já tiveram algum tipo de contato com vídeo games nos últimos 6 meses e o segundo grupo, 77 pessoas que nunca haviam jogado antes.

Foram utilizados diversos jogos no estudo, incluindo GTA, também foram exibidas 150 imagens que representaram situações positivas, negativas e neutras onde mais tarde, foram exibidas novamente de maneira aleatória para ajudar no questionário.

“Os resultados indicaram que a longo prazo a memória emocional não é afetada pela exposição crônica à jogos violentos”, disse Bowen.

O Professor Christopher J. Ferguson (sem vínculos com esse novo estudo) havia feito em 2010 um estudo que embora usasse a metodologia distinta dessa atual pesquisa, obteve resultados parecidos, Ferguson diz em seu estudo: “jogos com teor de violência alivia o stress e combate a depressão.”

Atualmente, o S.O.S Brasília, Extraterrestres no Senado procurou contato com a maioria (senão todos) dos senadores do Brasil, com intuito de indagar sobre essas e outras questões, pois, bem sabemos que há interesse em realizar a proibição do comércio legal de jogos no Brasil com a alegação de que “jogos violentos criam pessoas violentas e são ofensivos às culturas dos povos.”

Em virtude da falta de resposta pelo autor do projeto de lei, uma modesta charge animada foi criada para esses fins, quem quiser conferir, basta assistir o vídeo à baixo.

Fontes:
Estudo por Dra. Bowen e Dra. Spaniol:
http://www.ryerson.ca/news/media/General_Public/20110215_RN_videogam.html

Estudo por Professor Christopher J. Ferguson:
http://christopher.ferguson.socialpsychology.org

S.O.S Brasília
http://www.sosbrasilia.blogspot.com